fbpx

Crescimento do e-commerce no Brasil pode chegar a 16% em 2019

10

JULHO, 2019

Notícias

A Associação Brasileira de Comércio Eletrônico (ABComm) estima que o e-commerce brasileiro deva atingir um volume de vendas de R$ 79,9 bilhões em 2019. Caso a previsão se cumpra, o valor representará um crescimento de 16% em comparação a 2018. De acordo com a entidade, este seria o maior avanço anual registrado desde 2015.

Segundo dados do portal E-commercer Brasil, a ABComm prevê que o comércio eletrônico deve registar um tíquete-médio de R$ 301, com um total de 265 milhões de pedidos efetuados pelos consumidores até o fim deste ano. Neste contexto, o número de lojas virtuais totalizará em 87 mil. As micro e pequenas empresas devem aumentar sua participação no faturamento, atingindo 29%, e dos marketplaces, um incremento em 2019. Segundo a ABComm, a fatia deve passar dos atuais 31% verificados em 2018 para 35% ao fim deste ano. Sobre as vendas realizadas em dispositivos móveis, como tablets e celulares, é esperado que 33% de todas as vendas sejam realizadas por meio deles, mesmo patamar aferido em 2018.

Em relação a mudanças no comportamento do consumidor também devem ser observadas no setor das vendas eletrônicas. Hoje, de acordo com a 38ª edição do relatório Webshoppers, produzido pela Ebit Nielsen, o cliente não se limita à loja física. Os canais se retroalimentam e trazem uma jornada de consumo muito mais complexa. Uma compra pode se iniciar com uma experimentação na loja física, ser pesquisada no smartphone e concluída no desktop. Por outro lado, um consumidor digital, muitas vezes visita a loja física em busca de mais informação e experiência sobre o produto.