Decreto da Prefeitura Municipal de Porto Alegre restringe circulação de pessoas acima de 60 anos

23

MARÇO, 2020

Notícias

Idosos que não cumprirem a determinação serão multadas e sofrerão sanções civis e penais.

Publicado neste domingo (22), o mais novo decreto da Prefeitura da Capital estabelece medidas de restrição para a circulação de pessoas acima de 60 anos, pelos próximos 30 dias. O deslocamento será permitido apenas para a realização de atendimento médico e hospitalar, de exames laboratoriais, vacinação, aquisições em comércio de produtos alimentícios e em farmácias. O descumprimento da medida prevê o pagamento de multa e até sanções cíveis e penais.

Ao sair, o idoso também deverá estar munido de documento de identificação, caso contrário poderá ser acompanhado até a sua residência para a devida identificação pelo agente fiscal. As medidas são tomadas para evitar a propagação do coronavírus.

Para o prefeito de Porto Alegre, Nelson Marchezan Júnior, as pessoas com mais de 60 anos devem ficar em casa porque são o foco do vírus, são as que correm maior risco de vida e que mais precisarão de UTIs. “Essa é, em primeiro lugar, uma proteção individual do idoso e, em segundo, uma defesa da sociedade como um todo”, explicou Marchezan.

Segundo a Secretaria Municipal da Saúde, último balanço divulgado na noite de domingo aponta 60 casos confirmados de Covid-19 em Porto Alegre. A cidade já indica níveis de contágio comunitário desde a última quinta-feira (19) – quando não se pode identificar a origem da doença.

Uso de transporte coletivo

Outro decreto da Prefeitura de Porto Alegre, assinado na noite de sexta-feira (20), estabelece os horários para circulação de idosos no transporte público. Fica restrita a circulação de pessoas cima de 60 anos nos horários de pico, das 6h às 9h e das 16h às 19h. Os idosos não estarão com seus benefícios habilitados para utilizar o cartão TRI nesses horários.

 

 

______________________________________________

A CDL Porto Alegre reafirma seu compromisso em acolher as necessidades dos varejistas, auxiliando-os a transpor os entraves da disseminação do coronavírus. A Entidade tem a convicção de que a unidade do setor fará grande diferença neste momento tão delicado e de apreensão para todos. Com a atenção e a disponibilidade de cada empresário, para fazer a sua parte, o setor sairá ainda mais forte desta crise.