fbpx

Dia das Mães ressalta o papel das mulheres para a estruturação das famílias atuais

09

MAIO, 2019

Notícias

País com 209,3 milhões de habitantes, Brasil contabiliza, de acordo com dados do IBGE, 67 milhões de mães

Mulheres que trabalham fora de casa, em busca do sustento da família, e que são responsáveis pela maior parte das decisões relacionadas ao consumo no ambiente familiar. Esse é o perfil da mãe brasileira, segundo a Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios (PNAD) do IBGE. São mulheres que dedicam 18,1 horas na semana aos afazeres domésticos e aos cuidados com as pessoas – quase oito horas a mais do que os homens. São mulheres que sentem a vida mais difícil quando falta dinheiro para dar aos filhos o que eles querem ou precisam. Essas mulheres, que serão homenageadas no próximo domingo (12), compõem 32% da população brasileira – o País tem, ao todo, 67 milhões de mães.

Por isso, para o varejo, essa é uma das datas comemorativas mais importantes do calendário. “Depois do Natal, o Dia das Mães é a data que mais movimenta o comércio. Pelos vínculos que as mulheres constroem ao longo da vida, mais relações de afeto são estabelecidas, o que fundamenta a troca de presentes e torna o ritual uma ação de reconhecimento a elas, que são o pilar das famílias brasileiras”, explica o presidente da CDL Porto Alegre, Alcides Debus.

Em 2019, a expectativa é de que o Dia das Mães movimente de R$ 80 a R$ 82,4 milhões de reais em Porto Alegre. De acordo com o estudo técnico da CDL POA, a projeção é de que as vendas aumentem até 2%, no Rio Grande do Sul, na comparação com o ano passado. “Esses números são as projeções mínimas para a data, já que os dados utilizados neste cálculo vêm de fontes amostrais”, diz o economista-chefe da Entidade, Oscar Frank, responsável pelo estudo.

Presente dos sonhos

Para entender o comportamento dos consumidores neste Dia das Mães, a CDL Porto Alegre, além do estudo técnico, preparou uma pesquisa de comportamento. Das 501 pessoas entrevistadas, 77% afirmaram que comprarão um presente no Dia das Mães. Entre os itens mais frequentes citados pelos consumidores estão roupas (29%), perfumaria (19%), calçados (9%), acessórios (8%), flores (7%) e eletrodomésticos (7%). A maior parte (60%) pretende investir o mesmo valor de 2018, sendo R$ 201 o ticket médio para os presentes. Produzida pela Vitamina Pesquisa, a sondagem incluiu uma pergunta inédita: se pudesse comprar qualquer presente para a sua mãe, independentemente do valor, o que você compraria? A resposta da metade dos entrevistados: uma viagem. “Esse dado corrobora uma nova tendência sobre o hábito dos consumidores. Cada vez mais, se consolida a preferência por vivenciar experiências e não só adquirir um produto”, avalia o presidente da CDL Porto Alegre. 

 

___________________________________________________________________________
Você também pode gostar de: