RECRIE O VAREJO: Equilíbrio entre a gestão de pessoas e as contas em dia

05

MAIO, 2020

Notícias

Planejamento e análise do ambiente são o ponto de partida para o equilíbrio financeiro e uma gestão de pessoas eficiente durante a crise causada pelo coronavírus. Utilizando o adiantamento de férias, mesmo aos funcionários que não têm um ano de serviço completo, e a suspensão dos contratos, que prevê a contrapartida dos valores pelo governo federal, é possível evitar demissões e prejuízos, mantendo salários. Um bom relacionamento com os funcionários durante o afastamento também garante uma equipe mais segura e motivada para retomada dos negócios.

Veja o passo a passo deste processo:

 

CONHEÇA A EMPRESA

>> Casa do Pão de Queijo

Características do negócio
– Setor de alimentação
– Loja de Shopping
– Franquia
– Pequeno Porte

Problema
Como administrar as relações de trabalho com funcionários diante do fechamento dos shoppings?

Ponto-chave
Relacionamento com os funcionários impacta na qualidade do serviço prestado.

 

PLANO DE AÇÃO

Com um planejamento a curto, médio e longo prazos, utilize as medidas do governo federal para evitar demissões.

Passo 1: Mantenha comunicação constante com a equipe e deixe-a segura sobre a manutenção dos trabalhos, explicando a realidade do cenário e as dificuldades enfrentadas. O engajamento de todos é fundamental para o negócio funcionar.

Passo 2: Com uma loja sem funcionamento, como no caso das empresas que estão em shopping centers, e uma equipe enxuta, é possível viabilizar férias coletivas de 30 dias, mesmo àqueles funcionários não têm tempo de serviço suficiente.

Passo 3: Sem prognóstico de reabertura, a suspensão dos contratos de trabalho viabiliza que os funcionários recebem proventos do governo federal, sem que o empresário precise desembolar tal valor. Em muitos casos, a diferença nos vencimentos é quase irrisória para o funcionário. A medida impacta na assinatura de um novo contrato e é válido por 30 dias, no máximo.

Passo 4: Explique aos funcionários a nova modalidade de contrato temporário e converse, caso a caso, qual será o valor a ser recebido e as possíveis diferenças salariais no período.

Passo 5: Caso necessário, renove o contrato de suspensão por mais 30 dias, totalizando 60 dias de cobertura.

 

RESULTADOS

O proprietário acredita que ter um olhar preocupado com a gestão de pessoas se reflete no desempenho dos profissionais – fator determinante para o tipo de negócio que possui, com clientes antigos e fiéis. Aqui há um ponto importante a salientar: no mercado de cafeterias, é comum o turn over ser muito alto, mas o empresário prioriza contratos duradouros e consegue uma média de cinco anos de tempo de serviço por funcionário.

O resultado foi uma diminuição muito pequena nas remunerações com a suplementação do Governo Federal. A empresa também abriu a possibilidade de adiantamento do 13º salário para quem tivesse necessidade.

Ele também salienta que um caixa sadio e uma operação de menor porte auxiliam na tomada de decisão sobre a manutenção das equipes. Mas há um grande diferencial aqui que, sem dúvida, é o olhar para o bem-estar coletivo. “O negócio é como um círculo virtuoso, onde a preocupação com o funcionário se reflete no atendimento do cliente e em sua satisfação – ativos de valor muito alto, difíceis de monetizar, que envolvem relacionamento e confiança”, explica.

 

Octávio Scheibe
Sócio-proprietário da empresa Casa do Pão de Queijo, no Shopping Iguatemi, em Porto Alegre. Vice-presidente Administrativo e Financeiro da CDL POA.

 

 

___________________________________________________

A CDL Porto Alegre reafirma seu compromisso em acolher as necessidades dos varejistas, auxiliando-os a transpor os entraves da disseminação do coronavírus. A Entidade tem a convicção de que a unidade do setor fará grande diferença neste momento tão delicado e de apreensão para todos. Com a atenção e a disponibilidade de cada empresário, para fazer a sua parte, o setor sairá ainda mais forte desta crise.